quinta-feira, 28 de julho de 2011

Na sala de espera do Centro de Saúde

Hoje foi dia de ida ao Centro de Saúde e como é habitual é dia de observação... Enquanto estou à espera de ser atendida ponho-me a apreciar o que me rodeia e que habitualmente é sempre o mesmo: montes de pseudo-doentes (sim que para doentes falam e refilam que se desunham), na sua maioria acima dos 60 anos e com doutoramentos e especialidades tiradas na área da medicina e afins.

Uma das coisas que mais me impressiona é a disponibilidade destes doentes que ao terem consulta marcada para as 11h, às nove horas já lá estão eles a guardar lugar, ou então haver uma consulta aberta às 5h e o pessoal começa a aparecer ao meio-dia, e sempre com a enorme capacidade de terem assunto e tema de conversa para todo este tempo de espera...

Depois há a parte em que vão pedir receitas de determinados medicamentos e chegam ao ponto de questionar aquilo que os médicos prescrevem, sempre com o pressuposto do: "a minha vizinha toma e fez-lhe bem".

É por estas e por outras que sempre que posso vou ao particular. Só que hoje fui surpreendida: uma sala que habitualmente está apinhada de gente estava às moscas. Palavra de honra que até desconfiei se não seria já fim-de-semana e eu andava enganada, mas rapidamente percebi que estava certa e até havia consultas marcadas, só que o pessoal não aparecia.

São férias senhores, são férias. Ao que parece até as doenças e os doentes têm direito a elas :)

5 comentários:

Luísa disse...

LOL gostei de te "ouvir" :)
Às vezes é assim como disses e tem que se ter muuuuuuita paciência!
Beijinhos linda.

Cádinha disse...

Excelente texto. Excelente!

Muitos beijinhos

Mamã do Dinis e do Manel disse...

Cádinha, assim até fico orgulhosa de mim :)

carlavc disse...

Adorei o teu texto! Lol

Rute T. disse...

Eu tenho uma teoria desde há muito que é precisamente o que dizes: em tempo de Verão, as pessoas fazem férias das doenças! :)